Empresa


O nascimento de uma criança, um casamento ou um aniversário não se resumem apenas ao registro do fato. Há uma história, construída por personagens importantes, por trás de cada momento marcante na vida de todos nós.

 

O que a Conta Pra Mim se propõe é mostrar em documentários pessoais cada uma dessas histórias. Contamos essas experiências a partir de entrevistas e da criação de um roteiro particular para cada cliente, o que garantirá uma recordação exclusiva e singular, com requinte estético e emoção narrativa.

 

A nossa missão é proporcionar uma experiência única e gerar um conteúdo igualmente especial, que vai além do simples registro, e se transforma em uma recordação para vida toda, seja de uma grande empresa ou de um casal que quer guardar uma recordação da gestação do primeiro filho.

 

A partir de técnicas jornalísticas e cinematográficas, buscamos a essência de cada momento para retratar de uma maneira sensível a singularidade de cada história, com as suas expectativas, alegrias e incertezas. Cada trabalho será tratado de maneira artesanal, com a atenção e dedicação integral da Conta Pra Mim, desde o primeiro telefonema até a entrega do vídeo final.

Quem Somos


Por quase uma década, trabalhamos em redações do Rio Grande do Sul em busca de histórias de lugares e de pessoas para preencher páginas de jornais e sites em textos, fotos e vídeos. Durante esse caminho, deparamos com muitas histórias interessantes e surpreendentes. Quase todas mereciam muito mais do que algumas linhas. São verdadeiras histórias de cinema.

 

E foi assim que surgiu a Conta Pra Mim Filmes. Uma empresa que tem a missão de eternizar momentos marcantes de pessoas comuns em um registro cinematográfico.

 

Queremos captar a emoção de momentos importante para, a partir da sensibilidade e da técnica jornalística, emocionar nossos clientes.

Kamila Almeida


Jornalista formada em 2006 pela PUCRS. Mestre e doutoranda em Ciências Sociais também pela PUCRS, onde estuda narrativas biográficas e violência doméstica contra a mulher. Foi repórter do jornal Zero Hora de 2007 a 2015, período em que conquistou diversos prêmios, como o Prêmio HSBC de Jornalismo e Sustentabilidade (2010), Prêmio ARI de webjornalismo (2011), Prêmio Nacional de Jornalismo sobre Violência de Gênero (2014), entre outros. Participou da pesquisa e produção de duas séries documentais para o Canal GNT, sob a direção do cineasta João Jardim: Amores Livres e Compulsões.

 

Quer saber mais? Acesse meu Linkedin

Paulo Ludwig


Jornalista formado em 2006 pela Unibahia, em Salvador, na Bahia. Passou por diversas redações do Grupo RBS. Foi repórter e editor do jornal e site de Zero Hora. Em 2011 passou a editor-chefe do GloboEsporte.com no Rio Grande do Sul e mais tarde coordenador de internet da RBS TV, responsável pelos sites G1, GloboEsporte.com e Gshow.

 

Quer saber mais? Acesse meu Linkedin